Warwolf: O Ritual

capa-ed-ilustrada1

 

Ficha Técnica
Título: Warwolf: O Ritual
Autor: Gabriel G. Sampaio, Fernando Possidente e Júlio Cezar Samuel
Ano: 2014
Editora: Literata

LITERATA | SKOOB

Sinopse
Um dos últimos lobisomens puro-sangue, Alec Varg, retorna de um exílio de décadas, com a intensão de tomar para si a maior metrópole do mundo, espalhando uma horda de lobos mutantes.
Agindo contra Varg estão: uma misteriosa médica, um atrapalhado e insistente jornalista e uma jovem impulsiva tenente de polícia, que apesar de corajosa, também sofre de uma devastadora fobia de cães!
Os três precisam adentrar em um mundo sobrenatural, resolver os mistérios do passado de Varg, descobrir como enfrentá-lo e ainda impedir a realização de um sinistro ritual que pode levar o mundo inteiro a uma era de anarquia sangrenta.

2

Plataforma que fiz a Leitura: Livro Físico

O que achei…

Logo de cara já tive vontade de gritar de ódio. Porque? Porque eu ODEIO quando usam excessos de exclamações. Qual não foi a minha frustração ao ver isso logo nas primeiras páginas? Horrível. Simplesmente horrível. E pra piorar, não foi só nas falas, como também na narração. Vontade de chorar…

Porém, conforme o livro vai progredindo (pois é, eu não desisti dele, apesar das exclamações), ou a quantidade de exclamações pareceu diminuir, ou eu comecei a bloqueá-las da minha mente (não tenho certeza), pois não me senti mais tão frustrada enquanto lia.

A história geral é ótima. Gosto de terem colocado uma personagem feminina como protagonista; gosto de terem dado um ar de mistério antes de revelar sobre os lobisomens; gosto dos personagens secundários; mas principalmente, gosto das descrições de lutas. Foram super empolgantes.

20150925_163902

Porém, apesar das cenas boas, foi meio cansativo de ler esse livro porque parecia que não chegaria nunca ao fim. O livro começa mostrando o ambiente de D’mila, a forma como ela é, o seu cotidiano e as pessoas que a rodeiam. Depois, ela muda para uma parte da cidade pra investigar certos acontecimentos. Depois, com a descoberta dos lobisomens, ela vai para outro lugar pra procurar ajuda. DEPOIS, temos um pouco de flashback, e só então chegamos ao fim do livro. Foi um processo cansativo. E nesse meio termo, temos outros personagens inseridos, uns que sequer aparecem mais para frente, ou que não têm destaque algum. Ou seja, pra mim foi perda de tempo falar sobre eles sendo que não teriam nenhum destaque.

Tiveram revelações que eu adorei, lógico (obs.: não vejam os desenhos no fim. Eles têm spoiler rs). A revelação do final que foi meio jogada no ar. Sabe aquele tipo de revelação que não faz tanta diferença? Foi isso. O que é triste, porque poderiam ter desenvolvido muito mais, e teria ficado sensacional.

No geral, não odiei o livro. Mas também não amei. Foi um livro ‘ok’. Apenas,

20150925_163840

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s