Mangá: Shaman King

shaman_king

 

Ficha Técnica
Título:
Shaman King
Gênero: Ação, Aventura, Sobrenatural, Shonen
Autor: 
Hiroyuki Takei
Ano:
1998
Editora Japonesa:
Shueisha
Editora Nacional:
JBC
Revista Japonesa: Weekly Shonen Jump
Volumes:
32
JBC SKOOB

Sinopse
Manta Oyamada é um garoto normal que gosta de estudar e de descobrir o significado de novas palavras. Um dia, atrasado para pegar o último trem, ele resolve cortar caminho pelo cemitério. E não é que ele se depara com uma porção de espíritos e um garoto que conversa com eles?

No dia seguinte, na escola, Manta encontra o mesmo garoto e descobre que ele acabou de chegar à cidade e vai estudar em sua sala. Seu nome é Yoh Asakura. O moleque, que parecia apenas desligado da vida, conta a Manta que, na verdade, possui poderes inimagináveis: ele vê e conversa com espíritos! E o mais supreendente é que Yoh pode incorporar essas almas e usar as habilidades especiais de cada uma delas. Isso tudo por que ele é um Xamã, ou seja, uma pessoa que tem o poder de conectar o Mundo dos Vivos ao dos Mortos. Com esta habilidade, Yoh ainda dá uma mãozinha para espíritos que não conseguem se desprender desse plano por algum assunto que deixaram pendente em vida. Entre para esse mundo surpreendente!

 

shaman_kingPlataforma que fiz a Leitura: Mangá Online

O que achei…

Aviso: pode conter spoiler.

Primeiramente, tenho que confessar que desde a minha infância/adolescência, eu sempre quis saber que fim levou essa história. Eu assisti Shaman King no canal Fox Kids (que descanse em paz), e o final do anime não me satisfez em nada. Então, fiquei guardando essa curiosidade por anos a fio, até que enfim, resolvi encarar esse mangá (que tem nada mais, nada menos que 300 capítulos em 32 volumes). Demorei quase um ano para terminar de ler (com faculdade, trabalho e afins ficou complicado eu conseguir lê-lo de uma vez só). Antes tarde do que nunca, finalmente satisfiz minha curiosidade de anos atrás.

shamanking

O anime e o mangá não tem absolutamente nada a ver, exceto o começo até a chegada deles na tribo Patch, o que foi uma surpresa mais que bem vinda. No início, gostei muito das lutas entre os Shamans, até que achei que começou a ficar repetitivo demais. Vinham vários e vários competidores, e não saia daquilo, sendo que eles tinham que se preocupar em como derrotar o Hao, o principal inimigo da história. Nesse ponto, comecei a demorar mais para ler. Voltei a me animar com a história quando começou a contar o passado de Anna e de Yoh (confesso que já gostava da Anna, mas depois dessa história, comecei a admirá-la de verdade). A partir daqui, fui com força total até quase o fim do mangá, quando eles estão atrás de Hao para enfim, derrotá-lo. Até chegar no Hao, achei as lutas bem cansativas. Lutavam, falavam, falavam e falavam, ai lutavam, derrotavam um Patch e iam para o próximo. Dez vezes isso. Talvez a única que foi mais interessante foi a luta do HoroHoro (porque conta o passado dele), a do Yoh com o Silva, e o último, o alienígena (talvez porque foi bem rápido e foi interrompido antes de se estender demais).

Japanese manga Shaman King new iPad wallpapers 2048x2048 (01)

O que eu posso dizer das situações finais? Fiquei extremamente extasiada com os acontecimentos. Os espíritos elementais, a aparição de todos aqueles personagens que vi anteriormente, o verdadeiro Hao e suas intenções, a amizade clara e forte entre os personagens principais, a Anna que não para de me surpreender, a forma como eles passaram por aquela fase e se tornaram adultos, enfim, esse final realmente ultrapassou minhas expectativas. E mais uma vez, o anime estragou esse final ao mudá-lo. Tudo bem que no mangá, a história é mais violenta e mais cruel, e naquele tempo, esse anime passava num canal infantil, porém, acabou estragando a emoção dessa história maravilhosa. Seria impossível fazer final melhor, sério. Apesar de eu ficar bastante deprimida com o final do Hao (não por ser ruim, mas por ter a sensação de que, de alguma forma, ele foi esquecido, deixado para trás, mesmo que isso não tenha acontecido de fato).

shaman_king_manga_mangazo_De_manipuladora_01_Tierra_Freak_Tierrafreak.com.ar

Enfim, um mangá que, apesar de cansativo em alguns trechos, fez todo o sentido no final, e que não me fez me arrepender nem por um segundo sequer. E diga-se de passagem: acho que Shaman King já se tornou um clássico.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s