Trilogia Estilhaça-me – Estilhaça-me (Livro 1)

Estilhaça-me _ capa.indd

 

Ficha Técnica
Título: Estilhaça-me
Título Original: Shatter Me
Trilogia: Estilhaça-me
Autor: Tahereh Mafi
Ano: 2012
Editora: Novo Conceito
304
 Páginas
NOVO CONCEITO | SKOOB

Sinopse
Juliette não toca alguém a exatamente 264 dias. A última vez que ela o fez, que foi por acidente, foi presa por assassinato. Ninguém sabe por que o toque de Juliette é fatal. Enquanto ela não fere ninguém, ninguém realmente se importa. O mundo está ocupado demais se desmoronando para se importar com uma menina de 17 anos de idade. Doenças estão acabando com a população, a comida é difícil de encontrar, os pássaros não voam mais, e as nuvens são da cor errada.

O Restabelecimento disse que seu caminho era a única maneira de consertar as coisas, então eles jogaram Juliette em uma célula. Agora muitas pessoas estão mortas, os sobreviventes estão sussurrando guerra – e o Restabelecimento mudou sua mente. Talvez Juliette é mais do que uma alma torturada de pelúcia em um corpo venenoso. Talvez ela seja exatamente o que precisamos agora. Juliette tem que fazer uma escolha: ser uma arma. Ou ser um guerreiro.

Estilha_a_me_capa

 Plataforma que fiz a Leitura: Ebook

O que achei…

Mais um livro que já postei no Contos e Reconto, mas que volto a colocar aqui. Não me batam rsrs

Logo nos primeiros capítulos, me apaixonei pela escrita. Simples, rápida, não fica com muita enrolação, mas o que mais me atraiu foi a forma como a protagonista pensa. Você realmente percebe que ela está fora de si, perturbada e até louca. O jeito que ela repete as coisas que fala, que ela pensa uma coisa mas a ignora. Acho que foi isso que mais me atraiu (a primeira vista) no livro.

Em um segundo momento, gostei de não esperar a presença do Adam da forma como foi apresentada. Você estava esperando, mas ai aconteceu uma reviravolta, fazendo você pensar outra coisa, mas não, era uma terceira coisa. Demais!

Confesso que queria socar o Warner no começo desse livro, mas conforme o tempo vai passando, você vai se apegando a ele de alguma forma (mesmo que ele seja um cretino lunático e sanguinário). Achei ele um tipo de personagem que você nunca vai saber o que vai fazer (e adoro isso).

IMG_20150416_115740

A Juliette é bem fraquinha no começo (no sentido de fraca de poderes e de opinião). É medrosa, complexada e bem desestruturada, porém, essa é a graça dela, porque ela está psicologicamente em frangalhos e bem devagar, você a vê se abrindo para o mundo. Apesar de me irritar as várias recaídas dela, não chega a ser um ponto negativo.

Entra outros personagens ótimos (confesso que cada vez mais gosto do Kenji), mais umas reviravoltas e eu chego no fim do livro e penso: X-men?

Sim, foi exatamente isso que eu pensei (e se vocês querem saber mais, leiam rs). Isso me desanimou pra caramba pra continuar. Tanto que eu demorei um pouco pra criar coragem e ler o próximo (o extra), que falarei no próximo post. 

Fora isso, foi um livro extremamente empolgante, positivamente surreal e instigante. Adorei!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s